04/12/2012

Diminuindo os custos da construção: Dica 3

No último post sobre economia na obra falei sobre a utilização do gesso na alvenaria, ou seja, utilização de blocos de gesso em substituição aos tijolos tradicionais.




Hoje vamos falar sobre como economizar no reboco. Todos sabem que entre levantar as paredes de uma casa até o momento de pinta-la muito estresses ainda vão ocorrer, muito dinheiro ainda vai ser gasto e muito tempo ainda vai correr... e porquê não reduzir os gastos e o tempo utilizando um reboco mais rápido e prático. Talvez, para você não faça nenhum sentido o que eu estou falando, pois apenas quer construir a sua casa e lá habitar feliz para sempre, mas eu vou tentar explicar o processo tradicional de reboco.


  1. Reboco é o nome dado a este revestimento da parede feito com areia, cal e cimento. E o processo é este:

    (Hoje em dia fala-se de emboço e reboco como uma coisa só, que de fato o é)
  2. Levanta-se a parede com os tijolos todo aprumadinhos...
  3. Depois da parede seca (o que dura alguns dias) é feito o chapisco que consiste no lançamento de uma pasta feita de  areia , cimento e água numa consistência mais mole, contra a parede que dá a impressão mesmo de chapisco, por isso o nome. Está camada serve para sustentar a próxima massa. Aguarda-se novamente mais alguns dias para a secagem do chapisco.


    (essa é a forma mais tradicional e mais barato de se fazer, existem hoje outros métodos como a projeção ou chapisco rolado)


    (parede chapiscada)
  4. Com o chapisco seco, o pedreiro fará o reboco, que consiste na colocação de uma massa mais consistente feita de cal, areia, cimento e água (e mais algum aditivo impermeabilizante se houver necessidade). Esta massa já é colocada com mais cuidado e vai-se sempre alisando-a com uma régua de alumínio para evitar barrigas e sulcos e com uma desempoladeira e uma esponja molhada vai-se alisando a superfície.

    (colocando o reboco sobre o chapisco)

    (Regularizando a superfície com a régua de alumínio)
    (Desempolando o reboco)


    (Parede rebocada)
  5. Depois disso espera-se secar mais alguns dias e aplica-se a massa fina sobre a esta parede para dar esse acabamento mais liso para receber a pintura. Espera-se a seca da  massa fina e faz-se a pintura da parede e ela estará pronta para pendurar seus quadros.


    (aplicando a massa fina no reboco)

    pronto, agora já pode pintar


Cansou só de ler? Imagine de fazer..

Todo este processo pode ser resumido da seguinte forma:


  1. Levanta-se a parede, evitando as imperfeições e espera secar,
  2. Depois de seca, lança-se uma fina camada de gesso, em algumas horas pode pintar e pendurar seu quadro. (veja este vídeo do processo que alguém nos fez o favor de demonstrar e postar no youtube)

                                      

Obviamente como tudo que é bom tem seu momentos prós e contras, aqui também sitá-los-ei.

Prós:

  • Tempo de execução baixíssimo, encurtando o tempo de obra.
  • Valor compensa e muito se juntarmos todos os valores embutido do processo tradicional (a saber: material, mão de obra, tempo etc...)

Contras:

  • O gesso e umidade não combinam, portanto, nada de utiliza-los em áreas molhadas como cozinhas e WCs
  • Utilize-o apenas com revestimento interno.
  • Cuidados com a umidade nas paredes fazendo o devido isolamento nos alicerces, isto para qualquer tipo de revestimento.
  • Procure fazer um roda-pé um pouco mais alto (10cm) para evitar molhar a parede em caso de lavar o piso.
Lembrando que os contras são contornáveis, o que torna a utilização altamente viável!

Grande abraço a todos e mão-á-obra... dúvidas??? perguntem aqui em baixo ou pelo facebook, podem adicionar o meu perfil!




crédito imagens: habitissimo.com.br
casa-anderson.blogspot.com
www.fazfacil.com.br

Compartilhar

Diminuindo os custos da construção: Dica 3
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

1 comentários:

Escrito comentários
avatar
24 de agosto de 2014 21:34

Existe também a Chapisqueira manual.

Reply

Só uma palavrinha!!!

Página inicial