10/11/2012

Arquitetura e as Energias Renováveis

Olá Povo como vocês estão? Sinto a vossa falta nos comentários .. mas tudo bem, este fato não impede de acreditar que vocês ainda estão gostando dos posts e que eu devo continuar postando. Mas hoje quero falar mais uma vez de economia, na verdade uma economia a longo prazo, a princípio vamos falar de gastar dinheiro... vocês já pensaram na questão das energias renováveis? As vossas casas estão adaptadas para isso?

Decidi falar sobre isso porque é inconcebível que um arquitetura contemporânea deixe de lado um tema tão importante como esse, seja por puro desconhecimento do arquiteto, desinteresse do proprietário ou mesmo por falta de informação de ambas as partes é impossível falar em um desenvolvimento sustentável de um país  sem proporcionar uma habitação sustentável!

Quando falamos em energias renováveis estamos dizendo que grande parte das habitações tem um potencial  gigantesco de produzir sua própria energia de maneira limpa e sem impactos ambientais, e ainda sobrar para vender. Enquanto pessoas estão loucas procurando onde investir seu dinheiro, que negócio montar e como reduzir custos não vêem que sua casa possui um enorme potencial para gerar energia e isso significa na pior das hipóteses se livrar de vez das contas de energias elétrica.

Para tanto nós temos no mínimo duas possibilidades de gerar energia em casa através do sol -energia solar - ou do vento -energia eólica-, com painel solar ou painéis fotovoltaicos (que utiliza a luz solar) ou os aerogeradores que utilizam a força do vento. 

Painel fotovoltaico


   
aerogeradores

Tanto um quanto o outro funcionam pelo mesmo sistema:  um captador ( painel para energia solar e as élices com motor para o vento) estes transformam a energia que é armazenada numa bateria de 12v e um transformador para distribuir em 120/220v .

Gerador eólico e componentes.

Você acaba por ter em casa sua própria geração de energia, de forma limpa, saudável  que o meio-ambiente agradece  e seu bolso idem. Infelizmente no Brasil o governo não compra a energia produzida  e nem tem interesse de o fazer (ate onde eu sei, não sei se já mudaram isso). Em Portugal a energia produzida em excesso pela residência será comprada obrigatoriamente pela EDP a companhia elétrica de Portugal.  Ou seja, além de economizar com a conta de luz ainda ganha pela que produz.   


Pensar em construir sem pensar na sustentabilidade e eficiência energética de uma casa é desperdiçar dinheiro e o potencial que sua casa pode ter. Pensando nisso muitos tem-se voltado para as novas tecnologias criando casas que podem ter até um custo elevado inicial, no entanto, a manutenção e o uso durantes os anos recompensa o valor gasto inicialmente, como por exemplo pesquisadores da USP que desenvolveram o projeto da Ekó House cujo gastos com energias é zero.

casa sustentável desenvolvida pela USP. http://www.adital.com.br

rojeto de casa sutentávelhttp://www.seularaqui.com.br

casa-sustentavel-universidade-de-maryland-casa.jpg
 Projeto casa viva da PUC

casa-sustentavel-luz-viva-e-o-nome-da-universidade.jpg



http://blog.climex.com.br

http://atitudesustentavel.uol.com.br

http://atitudesustentavel.uol.com.br



casas adaptadas com placas fotovoltaicas

BedZED na Inglaterra, uma vila inteira sustentável.



Bem, se vai construir ou quer economizar e ainda ganhar um dinheirinho, Ligue-se nestas dicas. O custo inicial pode até ser alto, mas em dois anos de economia na conta de energia certamente suprirá o valor. Falarei mais em posts futuros sobre como prever a utilização das placas fotovoltaicas e dos aerogeradores   num desenvolvimento sustentável, nos próximos posts, e para ficar por dentro das atualizações você pode curtir a nossa fanpage www.facebook.com/bloguevaolivre. Espero por vocês!!! 


Compartilhar

Arquitetura e as Energias Renováveis
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

4 comentários

Escrito comentários
avatar
10 de novembro de 2012 21:44

Olá amigo, vi sua noticia la no Dihitti e vim da uma lida. Engraçado lendo seu texto eu percebo o quão desnecessário é a construção da hidrelétrica de Belo Monte, não sei se vc sabe mas o governo esta querendo destruir 640 km quadrado de floresta amazônica onde fica o Parque Nacional do Xingu com o pretexto de gerar mais energia e emprego. Ta muito claro que existe outros interesses escusos por traz disso, pq como vi aqui na sua postagem existem outros meios de gerar energia sem destruir o meio ambiente.

Ótimo Post, estou seguindo aqui e no Dihitti abraços

Reply
avatar
10 de novembro de 2012 22:16

Infelizmente esta é uma verdade Marcos... o próprio sistema é muito caro no Brasil fazendo com que o consumidor só consiga comprar um sistema que gere energia para uma televisão e um chuveiro.. mesmo o Brasil tendo tecnologia e material para produzir o material. Talvez os dados seja piorado quando sabemos que o Brasil está no top dos países com excelente potencial para energia solar e também ao observar a carta de ventos do Brasil que identifica a menor velocidade do vento dominante em quase todo o litoral do Brasil é aprox. 5m/s enquanto está é o pico da maior parte litorânea de toda Europa. Obrigado por deixar seu comentário.. tenho em mente mais dois posts sobre a energia sola e eólica onde falarei destes assuntos... Abração e te espero mais vezes por aqui!

Reply
avatar
24 de agosto de 2014 22:01

Iluminação Solar Tube
http://youtu.be/V9jncUzOL8I?t=1m35s

Aquecedor de água solar à vácuo para choveiro

Reply
avatar
23 de março de 2016 12:54

gostei muito do seu texto e você domina bem esse assunto, me ajudou muito. obg

Reply

Só uma palavrinha!!!

Página inicial