11/01/2012

Declutter: você já fez? 10 dicas para obter o êxito

O nome é estranho e parece não haver uma tradução para o termo em português (se o Google não traduziu então não existe tradução) , deve ser porque a prática não é tão frequente no Brasil  e em Portugal parece que também não! Mas e você já "declutou" alguma vez na vida? creio que sim! Se ainda não "declutou"  é hora de começar a "declutar" (já que não existe a tradução vamos aportuguesar a palavra lol)

Bem, Clutter significa "desordem", "tumulto" e ainda "por em desordem". Portanto declutter esta associado ao ato de por as coisas em ordem, mas não só no sentido de organizar, mas sim de retirar, jogar fora, se desfazer daquilo que põe desordem na sua vida e na sua casa. E eu não estou falando de sua sogra, juro... não decluta a "velha". 



Lembra aquela calça 38 que você está guardando para quando seu regime der certo?   E faz entulho no seu roupeiro? Aquele vaso de porcelana inglesa que não combina em nada com sua casa mas está guardado numa caixa no sótão e já quebrou a tampa?  Aquele aparador que está no meio do corredor atrapalhando a passagem porque não cabe em lugar nenhuma de sua casa? Aquelas contas de energias e mais papéis e contratos entulhados em arquivos na estante?  E tudo aquilo que você não usa mas está guardando porque um dia você pode precisar? Se você tem alguma dessas coisas você precisar URGENTEMENTE aderir ao "Decluttering"

Mas eu vou logo dizendo, o declutter não é fácil e quando começamos terminamos por arrumar as coisas e nada foi para o lixo. Lá na minha terrinha o povo tem uma mania de guardar entulhos e a coisa é tão séria que existe um quarto da casa, geralmente o da empregada que vira o famoso "quarto da bagunça" e lá estão todas as quinquilharias que pode ser que por acaso de repente em um instante repentino venhamos a precisar de alguma coisa dali. Só que na hora de jogar fora vem o momento mais difícil e crucial  o desapego, todos os valores emocionais começam a brotar, lembranças que foi naquela mesinha que você perdeu o seu primeiro dente, que seu filho apoiou-se para começar a andar, o seu neto colocava os livros da faculdade enquanto assitia a tv  e o seu bisneto adora empurrar bagunçando ainda mais a casa.

Então vamos aos 10 passos para um declotting de sucesso!


1- você não vai aproveitar peças de aparelho quebrados! 

Não adianta você não vai precisar daquela bolinha do mouse para fazer uma arte de reciclagem quando você se tornar um artesão. O seu tocador de fita cassete, ou seja lá como se chamava aquilo, não vai voltar a funcionar do nada vencido pelo cansaço. Aquele ecrã grandão, que já está com a carcaça amarela não vai te servir mais. FAZ FAVOR jogue fora. Se não te serviu até agora não vai te servir mais e acredite você vai morrer com  130 anos de velhice e ainda vão estar lá entulhados dentro de caixas.



2 - "Declutar" um pouco por dia!

Não adianta correr agora e vasculhar todas as gavetas de todas as cômodas, comece um processo, abra a gaveta e jogue fora todo tipo de papel, peças, pilhas, canetas, tampas, chaves da casa antiga, do carro antigo, contas pagas antigas, disketes, cd's, dvd's,  tudo o que está dentro daquela gaveta que você não abre a um ano. JOGUE fora. Seja decidido. Cada dia uma gaveta nova para organizar... Abriu uma gaveta? tire tudo que é entulho dela imediatamente não espera para amanhã! Nas gavetas da cozinha você vai ter uma surpresa enorme.. desde restos de  talheres de coleção perdida até frasco de conserva que você pensa em reutilizar algum dia.

3- Pare de comprar coisas novas - IMEDIATAMENTE

Se você iniciou o decluttering pare de comprar outros objetos para fazer "par", "combinar"... adote a prática  para cada objeto que você trouxer para casa jogue fora dois dos seus antigos. E não me venha enganar jogando duas bolas de gudes de seus filhos.


4 - Na hora do desapego, DOE!

Aquele móvel que tem um valor apenas sentimental para você, que não te serve de nada e você está guardando por que sua tataravó sentou nele, doe-o! Se ele ainda tiver em bom estado doe! Doe para alguém que necessite, doe para um artista plástico, ele saberá imediatamente se serve ou não.


5- Evite espaços de armazenamento.. 

Nada de usar o espaço debaixo da escada para gavetas ou estantes... quanto menos lugar para guardar  entulho, menos entulho guardado...   nada de comprar um roupeiro novo.. jogue fora as roupas e sapatos velhos.. verás que sobrará espaço.. e nem se preocupe em jogar fora aquela calça 38 que não cabe mais.. quando você voltar a esse manequim a moda daquela calça já vai ter passado...


6 - Regras de roupa e sapatos.

Se você não usou a peça em 2011 doe, venda ou jogue fora...  sem chorar... você não vai usá-la em 2012 APOSTO!


7- A caixa do desapego!

Pegue os materiais que você acha que vai precisar um dia e coloque tudo em uma caixa, feche a caixa com fita adesiva, daquelas grossas para empacotamento e coloque a data na caixa  e guarde no sótão ou no quarto da bagunça. Quando fizer um ano pegue essa caixa sem abrir e jogue fora ou doe... mas não a abra, se em um ano você não precisou de nada que está lá dentro não precisará também nos próximos, até porque nem você se lembrará do que está lá!

8- Acreditar que o valor não está na coisas.

Ou seja, desapegue-se dos bens materiais.  Você não é Faraó, portanto, não será enterrado com todos os seus bens. Não sirva aos bens, eles é que tem que te servir.. Tem alguém precisando? Doe! Faz bem a alma e ao coração.


9 - Treine as crianças!

Para cada brinquedo novo que eles ganharem doe um brinquedo velho deles... mantenha essa prática..

10 - Multirão decluttering

Chame um amigo seu nesta tarefa de "declutar" com certeza ele verá coisas que não servem com menos apego que você, e aquele empurrãozinho que você precisar para jogar aquele troço fora pode ser dado por ele. Se o amigo for artista plástico nem chame ele vai querer aproveitar tudo... a não ser que ele leve para casa dele! hsuahusah


Bem, é isso comece o ano colocando ordem na sua casa, bagunça gera bagunça na vida, cansaço, mal-estar, falta de paciência.. então vamos por tudo em ordem este ano... espero o comentários de vocês!

Compartilhar

Declutter: você já fez? 10 dicas para obter o êxito
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

8 comentários

Escrito comentários
avatar
Anônimo
11 de janeiro de 2012 18:57

Oi João Paulo,
li tudinho ... até ao fim! Género masoquista. Como eu sei tudo isto, da frente pra trás, de trás pra frente! Tenho até em casa quem passa o tempo todo a ... "sugerir-me" algo do género.
Mas é difícil, caramba! Isto de guardar pra um dia em que pode precisar, é doença mesmo! Acho até que é genético. Sabe ? Nasci no pós-guerra e já minha mãe guardava tudo!
Mas a sua ideia de guardar em caixa fechada ... hum .. é óptima! Será que é desta vez que a coisa vai?
Brigada!
amelia

Reply
avatar
12 de janeiro de 2012 06:38

Pois é Amelia.. se isso te deixa feliz devo confessar que eu também sou um pouco... como arquiteto isso toma até proporções maiores... a minha sorte é amar o estilo minimalista, quanto menos melhor! Mas vamos seguir os 10 passos que a gente melhora... já comecei aqui em casa!! lol

Reply
avatar
13 de janeiro de 2012 17:19

Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii este post!!!
Eu sou super desapegada, mas já fui uma acumuladora. Não muito, mas fui.
Esse negócio de ficar guardando tudo é perda de tempo, e realmente podemos doar a quem vai usar, ajudando outras pessoas.
Eu vivo fazendo minhas faxinas e limpezas aqui, e recomendo!
Até a alma fica mais leve!
Beijossssssss e obrigada
Vero

Reply
avatar
13 de janeiro de 2012 20:37

Otimo post.. mt util aqui em casa. Ja havia começado a "faxina" nas tranqueiras... espero concluir até março.. rsrs

Ah, aproveito para sugerir 2 posts: um sobre pendentes para a mesa de jantar e outro sobre rodapés.

Até mais.:-)

Reply
avatar
14 de janeiro de 2012 03:43

Olá Mile... vamos que vamos... em março me avise se concluir... o importante é não desistir! E as sugestões já estão anotadas!
Obrigado pela participação!!

Reply
avatar
14 de janeiro de 2012 03:58

Olá Vero, eu tenho um probleminha sério, é sério!! o apego, não aos bens materiais detesto-os, mas aquilo que eu mesmo produzo... qualquer peça que eu invente de fazer vira um filho aí sabe depois entulha tudo, e o povo não paga nem pela nossa criatividade quanto mais pelo serviço! Sem falar em projetos de casa e decoração. ai ai

E outra, as tuas faxinas são mesmo na alma.. porque a forma que você transforma um móvel velho, acabado e desiludido... ele deve te agradecer pelo resto da vida... quando vejo o teu trabalho até enxergo os móveis sorrindo!

Obrigado pela visita!

Reply
avatar
17 de janeiro de 2012 14:49

João, bacana as dicas. Ah, mas demora que me desfaço da caixa sem antes tirar umas coisinhas de dentro. rsrss...
Abraços e obrigada pela visita.

Reply
avatar
Tatiana Sá
27 de janeiro de 2012 15:40

Olá, João! Já comecei a praticar! "Declutei" o armário da Niky, amanha levo algumas coisas para Julinha! Lol.
Obrigada. Bjs.

Reply

Só uma palavrinha!!!

Página inicial