Adsense

Olá povo desse mundo arquitetado por Deus, esta semana que passou recebi o pedido da leitora Elvira Ruano no post Organizando a casa de como ambientar grandes ambientes com poucos móveis.

Bem, um "blá blá  blá" antes de falar no assunto. Eu sou muito fã das obras de dois arquitetos, o Português Alvaro Siza e o Japonês  Tadao Ando. O que me chama a atenção na obra desses dois artistas do concreto é a simplicidade com que trabalham com as formas, tirando o máximo do mínimo.  Conseguem brinca com o espaço, com o jogo de luz e sombra, com a forma. Não há enfeites em suas construções olhem essas duas obras e pensem no que estou a dizer.

 
Igreja da Luz de Tadao Ando


Pavilhão de Portugal em Lisboa (Estou em Portugal mas ainda não conheço esta obra pessoalmente, que raiva, preciso ir à Lisboa!)


Essa mesma simplicidade pode e deve ser levada para a decoração, infelizmente aqui em Portugal devido mesmo ao clima frio as pessoas tendem a sobrecarregar os espaços com  objetos, móveis, cortinas, pensando em deixar o ambiente aconchegante e quentinho. E a decoração que convencionou-se chamar de "decoração clean" já não existe por essas bandas, ou seja, quanto maior o espaço mais entulho é colocado. 

Na hora de decorar pense da seguinte forma: cada objeto passa uma informação, por mais sem valor que seja você só o comprou porque ele passa uma informação. Agora imagine se cada objeto e móvel desse falasse passando uma informação diferente como seria sua sala? 

O sofá chamando para sentar, a parede amarela falando como uma matraca para deixar-te elétrica, a mesa de centro tentando mostrar como ela é bonita, os objetos em cima dela falando de sua última viagem, a estante imponente colocando medo na sala, os livros fofocando tudo o que você ler, as fores e planta querendo aparecer exalando seu perfume, as cortinas brigando com o sol para não deixar passar, o pêndulo fazendo barulho quando o vento vem mais forte, o tapete dizendo "veja como sou fofinho me pisa" os porta-retratos contando os momentos da família, os quadros falando coisas que ninguém entende, as almofadas clamando: Abraça-me! As lamparinas pedindo para ser acesas, a lareira pedindo lenha... 



Acho que depois dessa nunca mais você vai ver sua casa da mesma forma!

A ambientação é exatamente fazer com que essas informações sejam o mínimo possível e de preferência eles dialoguem no mesmo assunto. Portanto, a partir de agora, entenda quando um decorador/arquiteto, falar nas palavras: informação, dialogar, conversar etc... 

Cada ambiente precisa de tantos móveis quanto forem necessário para passar uma informação completa, aquele que está falando demais, tira-se. Em ambientes grandes não é necessário preencher tudo com móveis, delimitar espaços e criar ambientes aconchegantes são o essenciais vamos dar uma olhada nisso. 




Uma sala de jantar mínima, apenas o essencial para a refeição, a paisagem neste caso é a decoração da sala. Aposto que você ia colocar cortinas, mesa de apoio, tapete, estante, quadros, um lustre descendo até a mesa, colocar textura nessa parede feia de concreto que o empreiteiro esqueceu de rebocar etc, e no final ia dizer.. Não consigo decorar essa casa!





Quem disse que toda a sala deve ser ocupada? deixe as paredes livres, centralize os móveis, um tapete grande é o suficiente para delimitar o espaço da sala.  Aposto que você ia colocar cortinas, encher de almofada, coloca mesa de apoio ao sofá, uma passadeira no chão, um monte de vazinhos com planta na meia parede da escada, um estante gigante, um movel de tv com uma tv de plasma de 50" 







Corredor e hall  livres, apenas quadros grandes e iluminação.






Espaços integrados e poucos móveis, além de poucos móveis, transparentes, quase desaparecem.






vi aqui

Uma sala grande que estava fadada a se tornar uma de jantar e uma estar... mas não... Uma única sala, poucos móveis.. essenciais para assistir tv. Um tema japonês e uma sala estilosa.







Há quem sinta pavor de uma sala toda branca, mas esta nem tapete leva... é tão perfeita que os mínimos detalhes coloridos chamam a atenção.Poucos móveis muitos estilos.






Decoração minimalista

Esta foi uma das que eu mais gostei. Perceberam o quê de diferente? Ela não é nossa salinha convencional, nela é tudo assimétrico e desproporcional, isso ajuda a preencher os espaços, cria aquela vontade de sair arrumando... perfeita, uma sala que provoca. Por falar nisso.. quem foi que disse que tudo deve ser alinhado?








Nessa sala os espaços são preenchido com quadros grandes, e o mais  importante os quadros conversam entre sie com a paisagem lá fora, o lustre completa o espaço... além do tapete gigante. e nada de cortinas







Este é um caso clássico, perfeito! O material de revestimento da parede e piso completam e dão a característica de aconchego. Sem cortinas... 






Uma casa minimalista no Rio de Janeiro

Outro clássico do minimalismo, nada de excessos, nada de quadros, nada de cortinas, nada de almofadas, nada de bugigangas em cima dos móveis... a única coisa que tem de sobra é estilo! Já estou começando a ter ódio de cortinas kkkkkkkkkkkkk








Esse eu nem comento... a última palavra que inventaram foi perfeição... quando inventarem a próxima eu comento.








eu tenho certeza que o que não falta ao dono dessa casa é dinheiro para comprar móveis... totalmente minimalista... mas que eu colocaria duas cadeirinhas brancas eu colocaria! heheheheh  Nada de cortinas...







Essa já não é tão minimalista.. mas lembra que eu falei no post sobre cores que pintar uma parede mais escura trás ela para frente diminuindo o espaço? bem aqui está um caso típico e o contraste do quadro dá a impressão que ele está logo atrás do sofá. As cores também devem ser usadas para diminuir espaços ou chamar atenção para um determinado móvel.








Mais um clássico, um quadro grande que se destaca na decoração. 







Um escritório também pode seguir o estilo minimalista.. Linhas retas, tons sóbrios, elegante






Este é mais um dos perfeitos... uma sala.. só o sofá! 



Bem gente, este tópico não pára por aqui, este foi só para iniciar essa discussão, no próximo darei idéias de ambientes únicos com poucos móveis, e como utilizar quadros e papéis de paredes, para criar ilusões. Um grande abraço e divulga o bloguinho aí o vão é livre e o espaço é nosso!



6 comentários :

  1. Excelentes imagens! Tanto espaço e tanta luz! Que inveja.... mas, nada a ver com os nossos pequenos apartamentos (de pobre !!!).

    ResponderExcluir
  2. É verdade, mas o minimalismo nasceu dentro de um mundo destruído do pós-guerra. Se vermos a Azuma House de Tadao Ando notaremos que é bem menor que nossos apartamentos... eu acredito que, com estilo e bom gosto, dá para ter muito com menos! Obrigado pelo comentário pois você me deu a idéia de um novo post LOL

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito desse jeito minimalista de viver... e odeio cortinas... mas o que fazer pro sol não acabar com o único móvel da sala, tipo sofá?
    Duza
    (Sou aquela que não é sua parente, lembra?)

    ResponderExcluir
  4. Ola Duza! Excelente ideia para um post... vamos falar de cortinas?

    ResponderExcluir
  5. Nossa, você acaba de resolver todos os meus problemas! (Exagerada kkkk). Falando sério: meu noivo sempre reclama que eu quero preencher todos os espaços e se não é possivel deixar as paredes e móveis sem penduricalhos rsrs..
    Agora entendi, ele tem um estilo naturalmente minimalista!

    Abraços e parabéns pelo excelente blog!

    Jamile

    ResponderExcluir
  6. Oi Joao, estou devorando o seu blog desde ontem e adorando as suas dicas. Eu nao gosto dos excessos em decoraçao, porém acho q tb nao sou tao minimalista como você, pois apesar de achar lindos os ambientes com poucos moveis, poucos "acessorios", eu fico me perguntando: onde é q as pessoas guardam suas coisas???? rsrsrsrs A casa fica um pouco fria, impessoal sem sequer um objeto pessoal q caracterize o dono...Acho q cai bem para hall de hotel, de edificios comerciais, orgaos publicos etc... é apenas a minha opiniao!!!! :) Grande abraço e parabéns pelo excelente blog.

    ResponderExcluir

Só uma palavrinha!!!

Postagens populares

Gostou do artigo? Então, siga-nos por e-mail!!!

Não achou?procure aqui!

 
Top