02/11/2011

Vão livre| Eu não sei projetar uma casa!

Eu não sei projetar uma casa! Dizia o meu professor na sua primeira aula de projeto. E acrescentava dizendo: nem vocês nunca saberão! E o arquiteto que disser que sabe projetar é um mentiroso!

Depois de assustados, ele conclui: "Não projetamos casas, nem apartamentos, nem qualquer outra coisa. Arquiteto resolve problemas!

E explicava ele sua teoria: se alguém me disser: projeta-me uma casa, ficarei perdido e nada sairá do papel. Mas se alguém chegar com um problema então o resolverei.

Eu me formei com este pensamento: arquiteto resolve problemas e não os cria.  E este é o diferencial da arquitetura resolver seus problemas.Por isso um bom profissional se torna quase um profeta prevendo um problema futuro, não basta ser bonito tem que funcionar. E talvez seja esse o limite que separa o designer de um arquiteto (assunto polêmico esse e a minha palavra não é a última, certeza!). Mas como todos os blogs de arquitetura e decoração sempre mostram o lado bom vou tentar neste post mostra os erros da arquitetura.. então deixemos a parte filosófica do blogue e vamos falar sobre qualquer coisa de erros de arquitetura e decoração. 

Quando a água não encontra o ralo...


Eis um pequeno erro de inclinação do piso que só vamos perceber depois que a água começar a se apossar em lugares inconvenientes, escorrer pelas portas e adentrar a casa. Antes do assentamento do revestimento certifique-se com o pedreiro de que o nivelamento está correto, em dúvida vá lá e faça a medição simples com o nível de bolha (ou prumo) e uma régua de alumínio: coloque a régua de alumínio diretamente sobre o contrapiso, e coloque sobre ela o  nível e certifique-se de que a bolha de ar se aproxime mais da marcação oposta ao caimento da água.  (faça isso em vários pontos do piso sempre com uma das pontas da régua apontando para o ralo) 

Nível bolha

Régua de alumínio de  pedreiro


 Verifique também à olho (isso mesmo se abaixe no chão e veja se toda a régua encosta no piso)  se não há barrigas no contra piso (partes mais levantadas ou mais rebaixadas)  Verificando um destes erros mande o querido pedreiro refazer (verifique isso com o cimento ainda fresco) Lembrado que nas outras áreas (que não seja molhadas) o contrapiso deve estar bem nivelado (a bolha parada bem no meio) para que os móveis fiquem bem acentos.

----------------------------------

PS.: Aqui em Portugal, bem como em outros países da Europa não há ralos de piso em canto algum da casa (salvo nos WC que não tenha banheira)! Ou seja nada de limpeza profunda bem brasileira (sem desperdício de água, isso é bom???)... 

------------------------------------

Pé da parede manchada!



Já sabe o que faltou não é? Isso mesmo: O roda-pé!

-------------------

PS.: Quando a parte de baixo da parede o reboco começar a se esfarelar, cair ou mofar, eis um caso de infiltração, vinda de onde? Do solo! Na execução da casa não foi respeitada a impermeabilização da fundação. 


Obviamente há como resolver depois que isso começar a aparecer, mas cada caso é um caso! O bom mesmo é ter a certeza da impermeabilização dos alicerces.

-------------------------------------------

GOTEIRAS! aaaah goteiras!!

 Existe algo mais legal do que goteiras na casa?Hein? Aquela aventura de sair pulando entre baldes e panos molhados? E o cuidado constante para não esborrar a bacia? Quer uma solução? Chame o arquiteto, o engenheiro e o pedreiro para um jantar nos dias de chuva!



Soluções? Depende! São tantos os problemas e infinitas soluções para cada um.

Mas alguns cuidados devemos ter ainda na execução, como sempre impermeabilizar a laje na execução não é tão caro, se comparado ao preço do transtorno em se reparar (quando há reparação) é quase uma pechincha! 

Outro erro importante é que cada tipo de telha requer uma inclinação adequada para evitar  goteiras e respingo. Então antes de trocar o telhado verifique a inclinação do mesmo e as referências técnicas da telha que vai usar. Muito inclinado a telha poderá escorregar, muito deitado a água poderá vazar

Outra coisa  importante que tenho visto é a questão das telhas canais ou (colonial) é que algumas são muito rasas (mais baratas feitas em olarias sem nenhum respeito as técnicas) e não fazem a curvatura necessária para conter a água, e a água acaba por esborrar (literalmente) pelas laterais.

----------------------------

Como subir na vida desse jeito?



Nada mais terrível numa construção do que escadas! Qualquer erro no projeto ou na execução teremos duas soluções:  fazer um seguro de vida contra queda na escada. Ou derruba tudo e começa de novo. É quase impossível consertar uma escada de alvenaria mal projetada/executada. Não vou dizer aqui como projetar a escada porque é só jogar no google, "cálculo de escada (ou fórmula de Blondel)" que é bem capaz de trazerem uma pronta em tua casa (não duvide do google). Pelo amor de Deus, os incas faziam escadas, os egípcios faziam escadas, até os coelhinhos (habitantes da Ilha de páscoa, eu acho!) faziam escadas não é possível que o seu pedreiro não saiba (desculpa, tudo é possível para um pedreiro)!

Mas lembre a altura dos degraus diferentes geram um descompasso na subida, que pode acarretar numa queda, topada, etc. Uma altura maior que 18cm (ou menor que 16cm) nos degraus gera cansaço e desconforto. E o piso menor que um pé  ou muito maior  (o piso deve estar entre 28 e 30cm) também pode gerar topada, descompasso, escorrego e queda

Para saber se sua escada é confortável e proporcional (respeitando as regrinhas aí acima) faça a seguinte conta:

Valor do piso + (2x Altura da escada) =  entre 63  e  64








 Só um conselhozinho: uma escada mal projetada pode trazer outro males quase imperceptíveis, na verdade você nem vai jugá-la causadora do mal. Mas, cansaço ao fim do dia e dores na coluna e nas pernas podem ser culpa do seu projetista! lol

 Se quiser consultar mais sobre segurança na NBR 9077  para o povo brasileiro.
-------------------------------

 Mal cheiro no WC.

Sabe aquele mal cheiro que permanece mesmo depois de você  lavar, lavar e lavar... Podem vir de alguns principais lugares. Primeiro o sistema  ventilação (famosos suspiro) da encanação de esgoto pode ter sido mal dimensionada, (eu não vou colocar a conta do dimensionamento aqui, juro que não vou)

Pois bem o cheiro ruim pode estar voltando pelos ralos... banheira, pia, piso etc.. O tipo de ralo a ser utilizado tem que ser SINFONADO, isso mesmo na hora de comprar peça um ralo sinfonado, o ralo seco é utilizado apenas para varanda, alpendre, chuveiro etc... O ralo sifonado impede a saída  do mau cheiro por conter água no seu interior, ou seja, cada vez que você lava o banheiro uma parte da água fica dentro dele para impedir o retorno do odor. 

Esse é o motivo pelo qual o seu banheiro de empregada, que você usa para guarda entulho, fica com mau cheiro, é que a água que contém no ralo acaba secando com o tempo, permitindo o retorno do mau cheiro. Para evitar que isso aconteça você deve estar sempre colocando água no ralo ou fecha-lo definitivamente. è o mesmo motivo que o WC da casa da praia também cheira mau, a água secou...

Ralo sinfonado
      
ATENÇÃO na hora de construir, reforma e mudar a hidráulica certifique-se que o cano da pia, do bidê ou do ralo seco  do chuveiro estejam conectados diretamente ao ralo Sinfonado.  E este conectado ao cano do aparelho sanitário que vai ao esgoto.




É isso aí pessoal.. alguns dos probleminhas de quem pensa em reformar...
Se lembrarem de mais alguma coisa manda aí nos comentários...

Só uma perguntinha: sabem qual é a melhor maneira de arrumar uma cozinha? Qual a melhor disposição da tríade fogão/geladeira/balcão? Esse será o post de sábado.. o de amanhã.. bem não sei... amanhã te conto!

Abraços! 



Compartilhar

Vão livre| Eu não sei projetar uma casa!
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

9 comentários

Escrito comentários
avatar
2 de novembro de 2011 21:28

Ipdelima,
Tô adorando seu blog, entrei hoje e já passei horas aki... adorei as idéias pra reaproeitar os livros velhos. Muitas dicas fáceis de fazer...
Já salvei nos favoritos, vo passar aki sempre agora!!!!

Reply
avatar
Anônimo
13 de dezembro de 2011 13:51

minha escada tem 25 de altura cada degrau, eu sabia que estava errado, poxa! valeu por tantas dicas, esse blog é de utilidade pública...kkkk, verdade, aprendemos mto aqui, passei horas aqui, e olha que era pra ser um visirinha de curiosa e acabei passando toda manhã,parabéns abençoado!!!!
SOU anônima de sempre(SOCORRO CUNHA)

Reply
avatar
13 de dezembro de 2011 23:13

Nooooossa 25cm... 18 já é o máximo, imagine 25? E obrigado pelas visitinhas.. fico feliz que eu possa passar alguma informação, ou que o bloguinho sirva ! Obrigado

Reply
avatar
Catarina
23 de abril de 2012 19:46

Gostei do post, e não quero arranjar uma discussão mas onde diz " E talvez seja esse o limite que separa o designer de um arquiteto", está errado pois um designer não é um decorador, um designer é precisamente alguém que resolve problemas, de modo a espaços ou equipamentos se tornarem adequados às pessoas. Agora um decorador sim, decora, faz um espaço bonito, um designer primeiro um espaço funcional (penso que aí, tal como o arquitecto - agora claro que há quem se chama designer e não o seja, e quem se considere arquitecto e também não o seja.

Reply
avatar
26 de abril de 2012 11:57

Poxa Catarina é tão antigo este post mas você tem razão sim... não tinha nem prestado atenção nisso... e olhe que sempre tento evitar usar o termo decoração para ambientação, que é o que julgo mais correto para o caso... e no caso ao utilizar um termo genérico "designer" (existem vário ramos) errei também por isso. E lembre-se aqui não se arranja discussão pois o vão é livre... todos ganham!

Reply
avatar
Anônimo
27 de novembro de 2012 17:00

Interessante que o tempo que já passou do post muita coisa mudou aqui no Brasil. Hoje já é muito comum a divisão no banheiro da água do vaso e da água do chuveiro/pias. Essa segunda já é tratada e utilizada para regar jardins e lavar pisos externos.

Reply
avatar
27 de novembro de 2012 23:26

Bem, no "tempo do post" eu acho que já era comum essa divisão, no entanto, é meio difícil falar em comum quando se fala em Brasil. O que é comum no sul não o é no nordeste e vice-versa. Mas creio que (ou pelo menos gostaria que) os arquitetos conscientizar-se-ão nesta questão a torna-se isso "comum" em TODO o Brasil. Mas infelizmente esta solução ainda é uma alternativa, e a velha maneira ainda é largamente usada no Brasilzão. Um grande abraço e obrigado pelo comentário.

Reply
avatar
Anônimo
17 de setembro de 2013 15:28

Adorei as dicas.

Reply

Só uma palavrinha!!!

Página inicial