25/10/2011

A sensação das cores...

Não, não vou falar aqui das sensações que as cores causa em nosso cotidiano influenciando na nossa disposição, sono, apetite... essa influencia de fato existe mas por hora quero falar essencialmente das sensações que elas causam de amplitude, aconchego, limpeza etc. de um ambiente qualquer.

Portanto está na hora de aprendermos a reformar a nossa casa, sim R-E-F-O-R-M-A-R aumentando, diminuindo, integrando apenas com pincel e tinta. Nada de derrubar e construir.. apenas pintar... Que maravilha.

Sem mais delongas, vamos falar sobre qualquer coisa de pintura em ambientes pequenos!


Ambientes Pequenos


Salas pequenas, quartos pequenos, cozinha pequena, varanda pequena... essa é a descrição de uma casa em tempos modernos.. Diminuir os cômodos deixou de ser tendência para ser essência dos apartamentos urbanos. Como ninguém pensa em comprar dois apartamentos adjacentes para transformá-los em um único e imenso apartamento, então temos que dar um jeito naquilo que temos.

Se queremos tornar um ambiente maior a nossa vista algum truques devem ser observado:

1º A cor predominante não pode ser quente, opte sempre pelas cores frias que irradiem a luz. O branco e o amarelo sempre dão a sensação de amplitude.

2º abuse da iluminação de teto, quanto mais iluminado for o ambiente, maior parecerá ao nossos olhos. Cuidado com a palavra "abuse" para não precisar entrar de óculos escuros no ambiente.

3º Evite divisórias de alvenaria, nada melhor para uma sala e um cozinha pequena do que a integração das duas formando a famosa cozinha americana.


Seguindo esses passos estamos caminhado para o sucesso da decoração. Outra  coisa que precisamos entender é que cores quentes tendem a saltar a nossa vista  aproximando de nós o objeto.

Uma sala comprida pode ser reduzida se a parede de fundo for pintada com uma cor mais escura, fazendo com que a parede venha mais à frente. Se por outro lado for pintada as paredes laterais a sensação será ainda mais de funilamento.

Teto muito baixo pode ser corrigido se pintado com uma cor mais clara que a parede e tetos mais altos podem ser rebaixados se pitado mais escuros.

As linhas horizontais ou verticais que predominam na ambientação também são responsáveis pelo alargamento ou confinamento do ambiente (lembre do efeito que uma roupa listrada causa em você).

O tamanho dos móveis também vão influenciar na percepção do ambiente que juntamente com as cores  poderão ter salvado a pátria ou fuzilado o ambiente.





Sonambulando pela net achei algumas coisas para ilustrar ainda mais o que eu disse. Como nem sempre eu me lembro as referências das fotos, vou postar apenas algumas que me lembro. Se alguém aí é o dono é só avisar! hehehe

     As linhas verticais que acentuam a sensação de esmagamento do cômodo, podem ser utilizadas para dar a sensação de continuidade do teto e parede. A sensação de infinito poderia ter sido conseguida ainda mais se as linhas do teto encontrassem-se com a da parede no ponto de fuga que fica no meio da parede criando o efeito perspectiva. 
   


  As linhas horizontais muito bem usadas para alargar o ambiente.Cores claras sempre, mas sem perde a alegria.


Salvei quando eu passeava porwww.rendasepaetes.com





arregada de www.decoração10.com

Aproximando as paredes com tons mais escuros. 





Bem, eu fico por aqui na espera dos vossos contatos... até o próximo post!!


continue aprendendo:


A sensação das cores parte 2
como combinar as cores parte 1
como combinar as cores parte 2

Compartilhar

A sensação das cores...
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

1 comentários:

Escrito comentários
avatar
25 de outubro de 2011 12:47

Oi João Paulo!!! Que legal ter visitantes do sexo masculino comentando no blog!!! Eu estou aqui na torcida para ver o que vou fazer com a minha cabeceira, obrigada pela dica!!! a propósito, achei o seu blog super informativo e com assuntos super interessantes. Já sou sua primeira seguidora!!! Grande abraço!!!
www.arquitrecos.com

Reply

Só uma palavrinha!!!

Página inicial